sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

FSM na Grande PoA

Alguns vídeos que fizemos durante os cinco dias do Fórum Social aqui na Grande Porto Alegre, todos são provenientes de nossa Equipe Executiva e para ver os demais acesse o canal da PJ no YouTube: www.youtube.com/PJdeCanoas
Abaixo você pode conferir um pedaço da chegada da caminhada de abertura do Fórum, no Anfiteatro do Pôr-do-Sol:
video
Este vídeo foi filmado durante a apresentação da peça "O homem da cabeça de papelão", do grupo de teatro de rua Hora Vaga, na Praça Con. Lotário Steffens, bairro Rio Branco

video

sábado, 23 de janeiro de 2010

FSM 10 anos - Grande PoA


Nesta segunda-feira, 25 de janeiro, começa na Região Metropolitana de Porto Alegre a 10ª edição do Fórum Social Mundial. Neste ano, o evento ocorrerá em 6 cidades gaúchas: Porto Alegre, Canoas, Gravataí, São Leopoldo, Novo Hamburgo e Sapiranga. Cada uma tem uma área específica de trabalhos e discusões que pautam a preparação para o FSM de 2011 que ocorrerá em Dakar.
Neste ano que o FSM retorna ao Estado ele tem o caráter descentralizado, por isso, em outros cantos do Planeta também ocorrerão atividades durante este ano.
Neste, as PJ's do RS terão um momento em Porto Alegre e em São Leopoldo a fim de provocar discussão e estudo sobre a Campanha Nacional Contra a Violência e o Extermínio de Jovens. Na caítal, o evento ocorrerá no armazém 6 do cais do porto e a programação é a seguinte:

Para maiores informações, acesse: www.fsm10.org

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Nota da CNBB pela morte da Drª Zilda Arns

"Quem acolher em meu nome uma criança, estará acolhendo a mim mesmo” (Mt. 18, 4-5)

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB - recebeu, com dor profunda, a notícia da morte da Drª Zilda Arns, médica pediatra, fundadora da Pastoral da Criança e da Pastoral da Pessoa Idosa, ocorrida na terça-feira, 12 de janeiro, vítima do trágico terremoto que se abateu sobre o Haiti.
Drª Zilda devotou-se, com amor apaixonado, à defesa da vida, da família e, de modo muito especial, ao cuidado das crianças empobrecidas.
Cidadã atuante, Drª Zilda conquistou respeito e credibilidade junto à sociedade brasileira e internacional, por suas posições claras e firmes em favor de políticas sociais, especialmente as da saúde. Foi ainda uma das sanitaristas mais respeitadas e comprometidas com o movimento da reforma sanitária brasileira, que culminou com a consolidação do Sistema Único de Saúde (SUS).
A obra fundada por ela, inspirada na fé cristã, haverá de continuar no trabalho abnegado dos mais de 260 mil líderes que, cotidianamente, se dedicam à causa da criança e da pessoa idosa.
Em missão no Haiti, a convite da Conferência dos Religiosos e de autoridades civis daquele país, Drª Zilda se despediu, no pleno exercício da causa em que sempre acreditou. Ela buscou realizar na prática a missão de Jesus: ”Eu vim para que todos tenham vida e a tenham em abundância” (Jo 10,10).
A CNBB agradece a Deus por ter tido, em seus quadros, esta personalidade tão virtuosa que muito dignificou a Igreja no Brasil. A CNBB se une ao querido Cardeal Dom Paulo Evaristo Arns, irmão da Drª Zilda, aos outros irmãos, filhos, netos, demais familiares e amigos, na prece solidária e na certeza de que a ela será dado gozar as alegrias eternas, reservadas para todos que, nesta vida, souberam amar a Deus servindo os irmãos.


Brasília-DF, 13 de Janeiro de 2010


Dom Geraldo Lyrio Rocha
Arcebispo de MarianaPresidente da CNBB

Dom Luiz Soares Vieira
Arcebispo de ManausVice-presidente da CNBB

Dom Dimas Lara Barbosa
bispo auxiliar do Rio de Janeiro
Secretário-geral da CNBB

IPJ comemora 30 anos




As PJs do RS se ligam a Campanha nacional contra a Violência e o Extermínio de jovens, promovida pelas Pastorais da Juventude do Brasil, e entram em Marcha nesta luta.
Aqui no estado, em especial, queremos denunciar as violências cometidas pelas relações de trabalho e as realidades de violência que a falta de oportunidade de emprego leva o/a jovem. Num sistema desigual e excludente percebemos que o trabalho segue a mesma lógica de desigualdade e exclusão e acreditamos que o trabalho de ser fonte dignidade para o/a jovem e não ser uma realidade de morte.
O nosso dever frente a essa realidade é de sermos profetas e profetizas de nosso tempo, denunciando as situações de violência e anunciando novas maneiras de ser e de viver coerentes com a proposta de Cristo que é de que todos e todas tenham vida, e tenham em abundancia. [Jô 10,10]Por isso, vamos todos e todas nós em defesa da vida da juventude do nosso estado.
Seminário Juventude, Violência e Trabalho

Quando: antecedendo a Romaria da Terra, nos dias 13, 14 e 15 de fevereiro
Onde: Centro de Referência de Economia Solidária ``Dom Ivo Lorscheiter´´ - Santa Maria – RS
Quanto: contribuição de 5 reais por jovem.
Como: o alojamento do Seminário vai funcionar em forma de acampamento, por isso traga sua barraca para você e ser grupo.
O que trazer: barraca, parto, caneca, talheres, material higiênico, bíblia, material de anotação, instrumentos musicais e vontade de lutar contra a violência.
Deslocamento: Há possibilidade de ônibus mediante agendamento do seu grupo com os responsáveis pelo descolamento.
Entre em contato com Maísa pelo cel [051] 91885159 ou pelo email maisapje@yahoo.com.br, ou com Vencato pelo fone [051] 92244195 ou pelo e-mail felipevencato@yahoo.com.br

ONU estabelece Ano Internacional da Juventude

Assembleia Geral da ONU pediu apoio local e internacional para celebrar o evento; objetivo é encorajar o diálogo e compreensão entre gerações e promover os ideais de paz, respeito pelos direitos humanos, liberdade e solidariedade.
Diálogo e entendimento mútuo. Esse é o tema estabelecido pelas Nações Unidas para o Ano Internacional da Juventude, que começa oficialmente em 12 de agosto de 2010.
A Assembleia Geral da ONU pediu o apoio local e internacional de governos, sociedade civil, indivíduos e comunidades ao redor do mundo para celebrar o evento.

Gerações

O objetivo é encorajar o diálogo e compreensão entre gerações e promover os ideais de paz, respeito pelos direitos humanos, liberdade e solidariedade.
Segundo a ONU, o Ano Internacional da Juventude também deve servir para estimular jovens na promoção de progresso, com ênfase nas Metas de Desenvolvimento do Milênio.
As Metas incluem a redução de uma série de males sociais até 2015, como a extrema pobreza, a fome, a mortalidade materna e infantil, a falta de acesso à educação e cuidados de saúde.
Vários eventos internacionais devem acontecer em agosto, incluindo o 5º Congresso Mundial da Juventude em Istambul, uma conferência global no México e os Jogos Olímpicos da Juventude em Cingapura.

Fonte: http://pastoraldajuventudedors.blogspot.com/